[ALESP] Audiência debate extensão da CPTM até Campinas.

Postado em: 22-04-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 1.206 | Comentários:0

0

A extensão das linhas de trem da CPTM, interligando Jundiaí a Campinas, foi tema da audiência promovida pela Frente Parlamentar de Logística realizada nesta quarta-feira, 18/4, na Assembleia Legislativa. Pedro Bigardi (PCdoB), coordenador da frente, destacou várias vantagens dessa pretendida extensão.

Nesse trecho, segundo o parlamentar, só há transporte de cargas, mas a demanda de passageiros é grande. Além de trabalhadores e estudantes, Bigardi salienta que essa extensão poderia explorar até o turismo na região, que tem o Circuito das Frutas e também valioso patrimônio histórico.
“Esse projeto é importante e viável financeiramente, pois já há uma rede viária no local. As estações, embora precisem de reformulações, também já existem”, argumenta o coordenador.

Gerson Bittencourt (PT) também se posicionou favorável ao projeto. Elogiando o movimento articulado do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas (Sindpaulista) pela extensão, ele afirmou que “a frente tem a responsabilidade de trazer para o debate político a mobilidade urbana, sobretudo o transporte coletivo”.

O parlamentar aponta falta de investimento no sistema metroferroviário, o que tem gerado, segundo ele, problemas diários nesse sistema. Bittencourt ressalvou que esse projeto não se contrapõe ao trem de alta velocidade previsto para interligar o Estado de São Paulo – com saída de Campinas, ao Rio de Janeiro. “São públicos, características e valores diferentes”, analisou.

“Deputado Bigardi participa de audiência pública em apoio à extensão das linhas de trem da CPTM.”

Postado em: 22-04-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 1.189 | Comentários:0

0

A audiência pública realizada nessa quarta-feira, 18 de abril, na Assembleia Legislativa fechou o ciclo de debates sobre a reativação da linha 7 Rubi da CPTM até Campinas, promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas (SindPaulista) com o apoio da Frente Parlamentar de Logística (Frenlog).

Um documento será entregue ao governador Geraldo Alckmin com os principais pontos discutidos para reiterar a importância da reativação da linha.

A iniciativa já foi apresentada à população dos cinco municípios a serem beneficiados com a medida– Jundiaí, Louveira, Vinhedo, Valinhos e Campinas – e teve grande aceitação por parte da opinião pública. Tanto que, em dezembro do ano passado, o Governo do Estado anunciou o início de estudos por parte da CPTM para a ampliação da linha.

Coordenador da Frenlog, o deputado estadual Pedro Bigardi destaca a importância desse debate. “A reativação da linha de trem de passageiros até Campinas é uma proposta que defendo, por ser viável e necessário, é uma oportunidade de oferecer aos cidadãos mais uma opção de transporte entre as cidades, pois as rodovias já comportam o volume de veículos”.

“Extensão do trem até Campinas é discutida em audiência pública.”

Postado em: 22-04-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 986 | Comentários:0

0

A extensão da linha 7–Rubi, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), interligando Jundiaí a Campinas, foi tema da audiência pública promovida pela Frente Parlamentar de Logística realizada nesta quarta-feira, 18/04, no auditório Paulo Kobayashi. O deputado Gerson Bittencourt participou do debate e se posicionou favorável ao projeto. Inclusive, ele destinou R$ 5 milhões através de emenda parlamentar para o estudo da viabilidade do projeto.

Gerson Bittencourt propôs a modernização da linha que vai da Luz à Jundiaí, no entanto, em sua visão, poderia avançar mais nesta questão. Para ele o processo de modernização incluiria proporcionar a integração entre as cidades de São Paulo, Campinas e aglomerado de Jundiaí. “Com a integração, essas pessoas teriam a oportunidade de pagar menos pela tarifa” ressalta.

Gerson Bittencourt elogiou o movimento articulado do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas (Sindpaulista) pela extensão “a frente tem a responsabilidade de trazer para o debate político a mobilidade urbana, sobretudo o transporte coletivo” afirmou.

O parlamentar aponta falta de investimento no sistema metroferroviário como responsável pelos problemas diários no sistema. Gerson Bittencourt ressalvou também que esse projeto não se contrapõe ao trem de alta velocidade previsto para interligar o Estado de São Paulo – com saída de Campinas, ao Rio de Janeiro. “São públicos, características e valores diferentes”, analisou.

“Movimento em prol do Trem Metropolitano Jundiaí-Campinas vai pressionar Estado.”

Postado em: 22-04-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 1.246 | Comentários:0

0

Fortalecer a luta pelo transporte ferroviário e pressionar o governo do Estado para estender a Linha 7 Rubi do Trem Metropolitano, de Jundiaí até Campinas, foram as decisões tomadas nesta quarta-feira (18) na Audiência Pública realizada na Assembleia Legislativa pelo Sindicato dos Ferroviários da Paulista, juntamente com a Frente Parlamentar sobre Logística e a participação de deputados estaduais, vereadores da Região Metropolitana de Campinas e do aglomerado urbano de Jundiaí. Um documento com as reivindicações será enviado ao governador Geraldo Alckmin.

O vereador Sérgio Benassi participou da mesa oficial, à convite o Sindicato e ao lado dos deputados Pedro Bigardi, Gerson Bittencourt e os vereadores de Louveira, Vinhedo e Valinhos. A defesa do sistema ferroviário sempre foi uma bandeira do PCdoB e Benassi reafirmou seu apoio a esta luta destacando que Campinas e a RMC precisam enfrentar os obstáculos logísticos, como o cerco dos pedágios, que estão atravancando seu desenvolvimento. “é preciso acabar com argumentos falsos que tentam atravancar o desenvolvimento do projeto de trem metropolitano até Campinas. O desmonte do transporte ferroviário atrasou o desenvolvimento do País, que agora mudou de postura e com o crescimento da economia interna a pressão sobre os transportes empurra para ações rápidas e responsáveis para garantir o futuro”, afirmou.

Para o presidente do Sindicato, Francisco Felício, a defesa da revitalização do transporte ferroviário é a defesa da melhoria da qualidade de vida da população . “Por isso esta bandeira (a extensão da linha 7 Rubi até Campinas) tendem a ser reforçada por outros deputados estaduais e deve ser atendida pelo Governo do Estado porque quem está contra esta bandeira de luta, está contra as necessidades do povo.

O deputado Pedro Bigardi realçou o crescimento da participação popular em defesa da bandeira do transporte ferroviário e da extensão da linha 7 Rubi até Campinas. “É preciso atender a demanda crescente por causa das relações intensas entre as regiões metropolitanas de Campinas e SP e o aglomerado urbano de Jundiaí. São trabalhadores, estudantes, turismo e uma intensa relação comercial que serão atendidas”.

[Convite] Sindpaulista divulga convite para a população participar de Audiência Pública, que será realizada na ALESP, no dia 18 de Abril de 2012.

Postado em: 03-04-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 870 | Comentários:0

0

Sindpaulista se reúne com Vereadores da Campanha CPTM Campinas.

Postado em: 03-04-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 1.147 | Comentários:1

1

Clique aqui, ou na imagem, para conferir a matéria completa

Frente Parlamentar em Defesa da Malha Ferroviária Paulista, comandada pelo Dep. Mauro Bragato, se reúne para ouvir Sec. dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes.

Postado em: 03-04-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 1.613 | Comentários:1

1

Frente Parlamentar, deixa marcado para o mês de Abril-2012, reunião com a ALL, principal concessionária da Malha Paulista.

[Convite] Frente Parlamentar em Defesa da Malha Ferroviária Paulista

Postado em: 14-03-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 1.095 | Comentários:0

0

FRENTE PARLAMENTAR, SOB COORDENAÇÃO DO DEPUTADO MAURO BRAGATO, DEBATERÁ A MODERNIZAÇÃO E EXPANSÃO DO TRANSPORTE SOBRE TRILHO NO ESTADO DE SÃO PAULO

 

S.T.M. (Dr. Jurandir Fernandes) prevê início da operação dos trens da CPTM de Jundiaí à Campinas em 2015.

Postado em: 14-02-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 4.292 | Comentários:10

10

Também em 2015, entrará em operação o Trem Rápido, ligando Jundiaí à São Paulo em apenas 23 minutos. Assista a entrevista do Dr. Jurandir Fernandes à TV Bandeirantes: Programa Entrevista Coletiva
 
 

[Correio Popular] CPTM estuda potencial de trem São Paulo-Campinas.

Postado em: 10-02-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 1.942 | Comentários:2

2

Análise da viabilidade de extensão do trajeto será concluída em 11 meses

 
A viabilidade da extensão até Campinas dos trilhos do trem de subúrbio que ligam São Paulo a Jundiaí está sendo analisada pela Oficina Engenheiros Consultores Associados S/C, que venceu licitação aberta pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Em onze meses, a empresa terá um amplo estudo sobre a mobilidade na chamada macrometrópole paulista, que engloba as regiões metropolitanas de São Paulo, Santos e Campinas, além das regiões de Sorocaba, São José dos Campos e o aglomerado urbano de Jundiaí, e avaliará se é possível, economicamente viável e desejável que o ramal chegue até Campinas.

O valor do contrato é de R$ 1,3 milhão e permitirá obter mais informações sobre os deslocamentos, a exemplo de tempos de viagem, distâncias, cidades de origem e destinos, frequência, modo de transporte, volume de pessoas e eixos de acesso nas respectivas cidades. Prevê-se também que sejam identificadas as cidades de origem ou destino fora desta macrometrópole.

A partir dessas informações, segundo a Secretaria de Transportes Metropolitanos, será elaborado um conjunto de diretrizes para novos eixos que demonstrem viabilidade para o transporte de passageiros sobre trilhos. Embora a ferrovia vá até a capital, a proposta é que ele seja um trem metropolitano, ligando Campinas, Valinhos, Vinhedo, Louveira, Jundiaí e mais cidades até São Paulo.

Inline