Estudantes terão passe livre no Metrô, CPTM e EMTU.

Postado em: 15-03-2015 por:cptmcampinas | Visitas: 1.233 | Comentários:0

0


Benefício será concedido mediante cadastro enviado pela instituição de ensino e declaração de comprovação de renda do aluno.

Cerca de 615 mil estudantes de quatro regiões metropolitanas do Estado (São Paulo, Baixada Santista, Campinas e Vale do Paraíba/Litoral Norte) poderão utilizar a gratuidade para frequentar as aulas. O governador Geraldo Alckmin sancionou nesta quinta-feira, 19, a lei que concede passe livre estudantil no Metrô, na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e nos ônibus da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) para alunos da rede pública. Na rede privada, o benefício será estendido aos estudantes que comprovem renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo nacional (R$ 1.182,00).

“Hoje os estudantes têm meia passagem e passam a ter gratuidade total. Essa é uma medida socialmente justa, de grande estímulo à educação. Vai facilitar muito a vida dos estudantes, evitar uma despesa para o aluno, para os seus pais e para quem precisa”, explicou Alckmin.

Para o secretário de Educação, Herman Voorwald, o passe é um mecanismo de garantia para as crianças irem às escolas. “Isso viabilizará uma maior presença das crianças e uma diminuição da evasão, que é um dos objetivos da educação pública”, ressaltou.

Dia Internacional da Mulher. Parabéns!

Postado em: 08-03-2015 por:cptmcampinas | Visitas: 899 | Comentários:0

0

Nesta data Especial, a Diretoria e Funcionários do Sindpaulista e da Campanha CPTM Campinas, com muita alegria e orgulho, parabenizam todas as Mulheres brasileiras, em especial, as Mulheres Ferroviárias.

São Paulo tem novo Secretário Estadual dos Transportes Metropolitanos, Sr. Clodoaldo Pelissioni.

Postado em: 16-01-2015 por:cptmcampinas | Visitas: 2.077 | Comentários:5

5

Novo Secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, assume e diz que maior desafio é melhorar a mobilidade urbana.

A assinatura do ato de transmissão do cargo de secretário estadual dos Transportes Metropolitanos ocorreu na quinta-feira, dia 8 de janeiro, no auditório do edifício Cidade I.

Em seu discurso de posse, o secretário Clodoaldo Pelissioni enfatizou que seu grande desafio será melhorar cada vez mais a mobilidade urbana na região metropolitana de São Paulo. “Vivemos na terceira maior metrópole do mundo, com 22 milhões de habitantes. Nosso desafio é investir na expansão da rede metroferroviária, melhorar os serviços prestados para a população. Já temos sete linhas de metrô contratadas. Nosso objetivo é gerenciar os investimentos para entregar o maior número de linhas e de estações para a população”, afirmou o secretário Clodoaldo Pelissioni.

Jurandir Fernandes, que exerceu o cargo de secretário dos Transportes Metropolitanos de 2011 a 2014, apresentou o balanço de sua gestão, retratando as mudanças ocorridas na área de transportes nos últimos anos no Governo de São Paulo.

“Houve forte esforço do Governo para expandir e modernizar o sistema metroferroviário, com novas linhas, aquisição de trens mais modernos, estações com escadas rolantes e elevadores, para propiciar maior conforto aos usuários. Foram grandes desafios, que valeram a pena. Muito foi feito, mas ainda há muito por fazer”, disse Jurandir Fernandes.

Intervalo de trens da CPTM cairá para 3 minutos.

Postado em: 11-11-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.383 | Comentários:0

0

Os intervalos dos trens em parte das Linhas 9-Esmeralda e 11-Coral (Expresso Leste) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) devem diminuir.

No caso da Linha 9, a empresa espera passar dos atuais quatro minutos no horário de pico para três minutos.

A redução está prevista para começar no dia 15 de dezembro, informou nesta terça-feira, 4, o presidente da CPTM, Mário Bandeira.

Na outra linha, diminuição dependerá da construção de obras na Estação da Luz, no centro.

Contudo, não será toda a Linha 9 que será beneficiada. Apenas o trecho entre as Estações Jurubatuba e Pinheiros ganhará a redução de tempo nas horas do rush.

Isso acontecerá graças a entrega de novos trens para o ramal. “Em Jurubatuba-Pinheiros, lá pelo dia 15 de dezembro, vamos estar trabalhando com três minutos”, disse Bandeira.

“E aqui (na Linha 11-Coral, Expresso Leste), na realidade dependemos não de trens ou sinalização, mas de adequar a Estação da Luz para que isso ocorra.”

De acordo com ele, um túnel e uma passarela ainda precisam ser construídos na Estação da Luz, uma das pontas finais da Linha 11, para permitir que, nos horários de maior movimento, os trens que param lá possam ser esvaziados com mais rapidez.

“Com isso, o trem fica menos tempo parado na plataforma, e aí a gente consegue fazer três minutos ou três minutos e meio.”

[Super] O Trânsito pode Parar de vez em São Paulo? SIM!

Postado em: 05-10-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 5.677 | Comentários:10

10

[DENATRAN - INFO] Frota de Campinas/2013

Postado em: 28-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.298 | Comentários:0

0

 

[DENATRAN - INFO] Frota de Valinhos/2013

Postado em: 26-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.343 | Comentários:1

1

 

[DENATRAN - INFO] Frota de Vinhedo/2013

Postado em: 22-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.152 | Comentários:0

0

 

[DENATRAN - INFO] Frota de Louveira/2013

Postado em: 19-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.002 | Comentários:0

0

 

[G1 - SP] São Paulo registra maior crescimento da frota de carros em três anos.

Postado em: 11-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 984 | Comentários:0

0

Em 2013, número de veículos registrados na cidade passa de 130 mil.

Economista atribui alta a maior renda e crédito; prefeito cita fim da inspeção.

Mais de 130 mil novos automóveis foram registrados na cidade de São Paulo em 2013, o maior crescimento da frota em três anos.

Com isso, a capital fechou o ano com 5,4 milhões de carros. A cidade tem hoje 11,8 milhões de habitantes – o que significa uma média de um carro a cada duas pessoas.O número de registros interrompe uma trajetória de queda. Em 2010, foram incorporados pela cidade 140 mil novos automóveis; em 2011, 1 20 mil; e em 2012, 102 mil.

O levantamento, feito pelo G1 com base nos dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo, revela ainda que a frota de carros cresceu em um ano em ritmo mais acelerado que a de outros veículos.

O número de novas motos, por exemplo, ficou em 33 mil (neste mês, a marca de 1 milhão foi atingida). Ao todo, São Paulo tem 7,6 milhões de automóveis, motos, ônibus, caminhões, entre outros.

Para o economista Samy Dana, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a disponibilidade de crédito, o tamanho da população economicamente ativa e o aumento da renda são fatores que ajudam a explicar o aumento da frota de carros.

Inline