[DENATRAN - INFO] Frota de Campinas/2013

Postado em: 28-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.700 | Comentários:0

0

 

[DENATRAN - INFO] Frota de Valinhos/2013

Postado em: 26-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 2.046 | Comentários:1

1

 

[DENATRAN - INFO] Frota de Vinhedo/2013

Postado em: 22-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.673 | Comentários:0

0

 

[DENATRAN - INFO] Frota de Louveira/2013

Postado em: 19-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.410 | Comentários:0

0

 

[G1 - SP] São Paulo registra maior crescimento da frota de carros em três anos.

Postado em: 11-09-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.384 | Comentários:0

0

Em 2013, número de veículos registrados na cidade passa de 130 mil.

Economista atribui alta a maior renda e crédito; prefeito cita fim da inspeção.

Mais de 130 mil novos automóveis foram registrados na cidade de São Paulo em 2013, o maior crescimento da frota em três anos.

Com isso, a capital fechou o ano com 5,4 milhões de carros. A cidade tem hoje 11,8 milhões de habitantes – o que significa uma média de um carro a cada duas pessoas.O número de registros interrompe uma trajetória de queda. Em 2010, foram incorporados pela cidade 140 mil novos automóveis; em 2011, 1 20 mil; e em 2012, 102 mil.

O levantamento, feito pelo G1 com base nos dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo, revela ainda que a frota de carros cresceu em um ano em ritmo mais acelerado que a de outros veículos.

O número de novas motos, por exemplo, ficou em 33 mil (neste mês, a marca de 1 milhão foi atingida). Ao todo, São Paulo tem 7,6 milhões de automóveis, motos, ônibus, caminhões, entre outros.

Para o economista Samy Dana, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a disponibilidade de crédito, o tamanho da população economicamente ativa e o aumento da renda são fatores que ajudam a explicar o aumento da frota de carros.

[Galeria de Vídeos] Frente Parlamentar Mista – Audiência realizada em Americana/SP – 13/08/2014

Postado em: 29-08-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 2.021 | Comentários:3

3

Audiência Pública para Reunião da Coordenação da Campanha CPTM CAMPINAS, realizada na Câmara Municipal de Americana no dia 13/08/2014.

A reunião tem como objetivo dar continuidade e relatar a evolução da Campanha pela extensão dos serviços de trens metropolitanos a CPTM até a cidade de Campinas, servindo os municípios de Louveira, Vinhedo e Valinhos.

Autoridades que compuseram as mesas de trabalho da Audiencia:
Vicente Abate, Presidente da ABIFER (Associação Brasileira da Indústria Ferroviária), Lorival Messias (PROS), Coordenador da Frente e Presidente da Câmara de Valinhos; Ariovaldo Bonini, Vice Presidente do Sindpaulista (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas); Cleuzer Marques (PT), o “John Lenon”, Vereador de Hortolândia; Marco Antonio Alves Jorge (PDT), o Kim, Vereador de Americana.

Abaixo, segue a lista de links dos vídeos de todas as autoridades.
(link direto para o site YouTube)

Indústria Ferroviária Brasileira está em pleno crescimento, garante presidente da ABIFER.

Postado em: 21-08-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.392 | Comentários:0

0

Vicente Abate apresentou dados que demonstram o reaquecimento do setor ferroviário no país em Audiência Pública realizada em Americana

 

O reaquecimento do setor ferroviário no Brasil e as perspectivas do transporte público para a próxima década foram apresentados pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (ABIFER), Vicente Abate, na Audiência Pública ocorrida na noite de quarta-feira, 13, na Câmara de Americana, que debateu a importância do trem de passageiros para a região.

O discurso do especialista agradou os integrantes da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Transporte Ferroviário das Regiões de Campinas e Jundiaí que desde 2011, reivindicam a retomada do trem de passageiros no interior paulista, como forma de melhorar a mobilidade urbana em todo o Estado. “O cenário está mudando e é altamente favorável à indústria ferroviária. Os baixos níveis de investimento em infraestrutura de transporte ocasionaram problemas no Brasil, agora é hora de recuperar”, afirmou Abate.

A Audiência Pública foi conduzida pelo coordenador da Frente, o presidente da Câmara de Valinhos, Lorival Messias (PROS), em atendimento a uma solicitação do vereador Profº. Luiz Renato de Americana (PCdoB), grande incentivador do movimento na cidade. Também integraram a mesa, o diretor do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas Ferroviárias Paulistas, Ariovaldo Bonini; o vereador de Hortolândia, Cleuzer Marques (PT), o “John Lenon” e o vereador Marco Antonio Alves Jorge (PDT), o Kim, também de Americana.

Segundo os dados apresentados pela ABIFER, na última década (2003 a 2013) foi investido no setor ferroviário R$ 1,5 bilhão, enquanto que a previsão entre 2014 a 2016 é de R$ 400 a R$ 600 milhões.

Em termos de PIB, o percentual de investimento em infraestrutura projetado entre 2010 a 2020 será de 1,6%, média bem próxima do que foi investido nas décadas de 70 e 80 no Brasil quando os investimentos foram de 1,8%.

Entre 1980 a 2010, o investimento médio em transporte foi de 1,2%, ou seja, em dez anos serão investidos mais do que nos últimos 30 anos.  No entanto, em número de passageiros transportados, o número ainda é bem inferior: na década de 60 eram 100 milhões ao ano, atualmente são 5,5 milhões.

Abate também falou sobre os 37 anos de atividade da associação, os tipos de tecnologia empregada na fabricação dos trens, tempos estimados de percurso, categoria e padrão interno dos carros de passageiros e outros detalhes técnicos do setor. “Eu não tenho dúvidas da expansão ferroviária, até mesmo as empresas que lidam com transporte rodoviário têm interesse nesse crescimento, não há competição”, afirmou.

3º Ano da Campanha CPTM Campinas.

Postado em: 13-08-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.860 | Comentários:3

3

 

Nestes 3 anos de luta incansável, que teve início no Salão Vermelho da Prefeitura Municipal de Campinas (SP) muito já fizemos, porém, muito mais ainda há por se fazer.

Ainda não alcançamos nosso objetivo junto ao Governo do Estado de São Paulo, que é a extensão dos trens metropolitanos da CPTM de Jundiaí até a cidade de Campinas (SP) atendendo os municípios de Valinhos, Vinhedo e Louveira.

Nesta oportunidade, a Diretoria do SINDPAULISTA agradece a grande colaboração de todas as autoridades, colaboradores e da população que nos prestigiou nas Audiências Públicas que realizamos.

Convictos estamos, que alcançaremos nossa meta em prol da população, que clama pelo retorno dos trens de passageiros, obviedade que infelizmente, o Governo do Estado ainda não vislumbrou para tornar realidade, eis que é, de suma importância para a mobilidade urbana de nossas cidades.

Frente Parlamentar Ferroviária se reúne com Prefeitos da Região (Jundiaí, Valinhos e Vinhedo).

Postado em: 16-06-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.724 | Comentários:2

2

 

A Frente Parlamentar Ferroviária, sob a coordenação do Presidente da Câmara de Valinhos, Lorival Messias de Oliveira (PROS), reuniu-se nesta quinta-feira, (12), com Prefeitos da Região para discutir o projeto de implantação do trem metropolitano (CPTM) entre Jundiaí e Campinas.

A reunião histórica, aconteceu às 11:00 horas no gabinete do Prefeito de Jundiaí, Pedro Bigardi (PCdoB) que, sempre foi um dos grandes incentivadores e batalhadores para a realização deste projeto, enquanto exerceu seu mandato de Deputado Estadual na ALESP.

Além do Prefeito Bigardi, estiveram presentes o Prefeito de Valinhos, Clayton Machado (PSDB), e o Prefeito de Vinhedo, Jaime Cruz (PV) os vereadores: Carlinhos Paffaro (Vinhedo) e Reginaldo Lorençon (Louveira), e os sindicalistas Ariovaldo Bonini Baptista e José Antonio Matias, representando o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas – SINDPAULISTA.

A reunião fez parte de uma série de encontros programados entre os integrantes da Frente e os Chefes dos Executivos para apoio ao projeto do retorno do transporte ferroviário de passageiros na região. “Os Prefeitos estão engajados nessa luta e assim como nós, esperam agilidade do Governo Estadual para que o projeto tenha início ainda este ano. Não podemos mais conviver com um único modelo de transporte operando no Estado de São Paulo” – comentou Lorival.

Frente Parlamentar Ferroviária recebe apoio do Prefeito de Louveira, Júnior Finamore.

Postado em: 06-06-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 1.116 | Comentários:0

0

Na próxima semana, membros da Frente estarão reunidos com o Prefeito de Jundiaí, Dr. Pedro Bigardi.

 

O movimento que pleiteia o regresso do trem de passageiros na região recebeu mais um importante apoio nesta terça-feira, dia 3 de junho. Trata-se do Prefeito de Louveira, Dr. Junior Finamore (PTB), que recebeu os integrantes da Frente Ferroviária e oficializou seu engajamento à causa para melhoria na mobilidade urbana da região.

Participaram da reunião, o Coordenador da Frente e Presidente da Câmara de Valinhos, Lorival Messias de Oliveira (PROS); o Vereador de Louveira, Reginaldo Lorençon (PSDB); o Vereador de Vinhedo, Carlinhos Paffaro (PR) e o Vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas, Ariovaldo Bonini Baptista.

O Prefeito de Louveira disse que apoia a iniciativa em trazer o trem de volta para os trilhos da região. “O projeto é bom e excelente, mas temos que fazer uma proposta que se viabilize. Ainda que o trem não pare em municípios menores, só o fato de ele ir até Campinas e Americana já é um grande avanço”, salientou.

O Prefeito Finamore, ainda anunciou que o município de Louveira irá readequar todas as passagens de nível, a exemplo de Vinhedo. “Nós iremos fazer a nossa parte; certamente até o trem chegar essas transposições estarão prontas”.

Para o Coordenador da Frente os apoios dos Prefeitos são essenciais para o movimento ganhar força. “Nosso objetivo é reunir os cinco Prefeitos da nossa região [Jundiaí, Louveira, Vinhedo, Valinhos, e Campinas] para exigirmos do Governo do Estado a apresentação do projeto do trem regional em nossa região.

O projeto está previsto para ter início em 2015 e muitos municípios nem começaram a se adequar”, lamentou Lorival. A mesma opinião foi partilhada pelo representante do Sindicato ao lembrar o estado de abandono das linhas férreas nos municípios. “É inadmissível termos a linha passando no quintal de casa e não a utilizarmos para o transporte de passageiros, visto que hoje, somente é usado para o transporte de cargas. Falta empenho e vontade política para trazer o trem de volta a nossa região”, afirmou Bonini.

Inline