[RAC] Campinas vai avaliar instalação de monotrilho.

Postado em: 01-04-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 3.178 | Comentários:5

5

Administração vai contratar empresa para analisar qual melhor forma de transporte.

No lugar do veículo leve sobre trilho (VLT) Campinas poderá ter monotrilho. O prefeito Jonas Donizette (PSB) informou que vai contratar um estudo de viabilidade econômica de um transporte sobre trilho para Campinas que irá apontar qual o melhor sistema para ser adotado para ligar o Centro ao Aeroporto Internacional de Viracopos e alimentar o Corredor Noroeste e os futuros corredores Ouro Verde e Campo Grande, por onde circularão os BRTs (ônibus de trânsito rápido).

O prefeito acredita que o monotrilho — um trem menor que um metrô e que corre sobre vigas de concreto a 15 metros do chão — possa ser economicamente mais viável, porque exige menor custo com desapropriações.

Os recursos para financiar o estudo virão do Ministério das Cidades que aprovou, no final do ano, uma verba de R$ 1,5 milhão. A licitação será publicada no próximo mês, e a previsão é de que a conclusão ocorra em 180 dias após a assinatura do contrato.

O estudo vai definir, além da melhor opção de transporte sobre trilhos, o melhor traçado que poderá, inclusive, não ser o mesmo por onde circulou o VLT entre 1990 e 1995, e que foi um fracasso na tentativa de dotar a cidade de um sistema de média capacidade sobre trilhos.

Uma alternativa de traçado para Campinas são os antigos leitos ferroviários. Campinas tem 120 quilômetros de leitos ferroviários dentro do município, com 654 metros quadrados de área útil para oficinas e manobras. Os leitos conectam o Centro aos principais bairros e aos principais municípios da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Mas tudo isso é espaço de abandono.

O Plano Diretor de Campinas de 2006 definiu pela preservação dos leitos férreos desativados para transporte de passageiros, local, turístico ou lazer e também orientou o reestudo do sistema VLT.

Comentários (5)

Queria dizer que o monotrilho é um otimo plano, para o transporte de passageiros em campinas que precisa melhorar, pois boa parte dos passageiros vão para os locais de trabalho de carro, pela falta de um transporte que lhe garanta conforto, e a tranquilidade de chegar no horario em seu destino e nem ficar longos periodos a espera no ponto de onibus. Porisso creio que é necessarios o trem monotrilho,os corredores de onibus, alem do trem para ligar campinas a capital e já existe os trilhos sendo somente necessarios a manutençao da mesma,tendo do meu ponto de vista investimentos nao muito grande oque traria um avanço enorme a campinas e toda região, pois tempo é precioso e nos estamos perdendo tempo no transito que esta saturado.

Nossos políticos so prometem…Ano eleitoral e sempre as mesmas mentiras..prova disso é que o Sr Secretario Jurandir ficou de agendar uma reunião com os responsáveis da campanha e até agora nada..

Eu não acredito em nenhum projeto de revitalização da CPTM (Americana a São Paulo), monotrilho na cidade de Campinas.
O povo tem que acordar que tudo isso é só campanha politica.
Porque só agora vem com estas idéias, sendo que a mais de 20 anos sempre quando vem chegando as eleições estes politicos lembram do povo e depois que ganham as eleições
esquecem do povo e da cidade da região e Campinas

Sem contar a reativação do trecho de trilhos JUNDIAÍ-AMERICANA DA RMC que tiraria trilhões de carros da Anhanguera!!

Apesar de não acreditar em promessas políticas a curto prazo… finalmente alguém notou que o traçado do velho VLT é péssimo. Hoje outros traçados seriam melhores. Uma linha AEROPORTO-UNICAMP via Santos Dumont e Centro/Aquidabã, Largo do Pará seria muito mais viável. Ou uma linha AEROPORTO-LARGO DO ROSÁRIO via RODOVIÁRIA seria uma outra opção.

Deixe seu comentário

Inline