Trem regional atrai interesse de quatro grupos.

Postado em: 03-05-2014 por:cptmcampinas | Visitas: 3.946 | Comentários:4

4

Quatro grupos estão interessados em assumir o projeto do trem regional, que irá ligar Americana até São Paulo, passando por Campinas e outras cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) localizadas no trajeto.

Segundo o secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, o edital para a licitação das obras será publicado ainda neste semestre. A estimativa é que a implantação do projeto tenha início em 2015, começando por Americana e com conclusão em 2019. O trem regional será construído através de uma Parceria Público Privada (PPP) e o custo ainda está sendo calculado pelo governo estadual.

“O governador tem nos cobrado para que o edital ocorra neste semestre, até 30 de junho. Quando começamos os estudos do trem regional havia um grupo sondando, hoje são quatro grandes grupos que estão acompanhando os estudos. A situação é muito mais interessante do que há cinco ou seis anos atrás. É lógico que o projeto é viável”, disse Jurandir.

De acordo com Jurandir, os grupos interessados no projeto pretendem iniciar as obras por Americana, e na medida em que os trechos forem finalizados já entrarão em operação. Por isso, ele acredita que a ligação entre Campinas e Americana esteja pronta bem antes dos quatro anos previstos para a implantação total do trem.

“De Americana a Campinas e Jundiaí será utilizado o traçado já existente. De Jundiaí até São Paulo tem o trecho de serra e é mais complicado. Pode ocorrer de algum trecho se antecipar. Assim antecipa a arrecadação da receita tarifária e nós também pagaremos as contraprestações, o que é um grande ganho para a iniciativa privada”, afirmou.

Atualmente, estão sendo analisados os custos totais da obra e também da operação a partir do momento em que o trem começar a funcionar. Além disso, é preciso analisar quem são os proprietários da terra por onde passará o trem e avaliar cada situação.

“Estamos definindo e contratando essas obras todas até o final do ano. Falta ver a posse de terra, são três ou quatro agentes que têm a propriedade de terra e tudo isso é um imbróglio. Estamos calculando qual é o montante a aportar e qual é o custo de operação anual”, disse.

Americana

O prefeito de Americana, Diego De Nadai (PSDB) ficou animado com a possibilidade do trem regional começar a ser construído por Americana. Para ele, o transporte ferroviário de passageiros é o principal projeto de mobilidade urbana e irá beneficiar o tráfego de todas as cidades da região. “Esse projeto vai impactar todas as cidades da região. Nós todos sabemos que em vários países do mundo o principal meio de transporte é o trem. A população de Campinas e as cidades interligadas com certeza vão utilizar e isso vai impactar positivamente”, destacou.

 
Fonte: RAC

Comentários (4)

Proposta de implantação em São Paulo de trens expressos urbanos com composições pendulares de dois andares (double decker) para locais de alta demanda:

São Paulo Campinas
-7 estações (São Paulo, Francisco Morato, Jundiaí, Louveira, Vinhedo, Valinhos e Campinas).
~35 mil pass/dia (2014)

São Paulo Cumbica (Linha 13 Jade)
-n estações (São Paulo, aeroporto de Cumbica).
~80 mil pass/dia (2014)

* Expresso Noroeste (Linha 7 Rubi)
-5 estações (Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras, Lapa, Água Branca).
~183 mil pass/dia (2014)

Expresso Oeste Sul (Linha 8 Diamante)
-4 +2 estações (Barueri, Carapicuíba, Osasco e Pinheiros), com previsão de prolongamento até Tamboré e Alphaville.
~216 + 44 mil pass/dia (2014)

* Expresso Sudeste (Linha 10 Turquesa)
-6 estações (Luz, Brás, Tamanduateí, São Caetano, Santo André e Mauá).
~416 mil pass/dia (2014)

Espero que os burocratas não cometam a mesma insensatez que ocorreram com as linhas 4-Amarela, e 5-Lilás entre outras, no quais foram especificadas bitolas e alimentações elétricas divergentes das existentes, assim ficariam bloqueadas as integrações em “Y” como esta por ocorrer nas integrações da estação Chácara Klabin das linhas 5-Lilás com a 2-Verde entre outras, nas quais os usuários tem que obrigatoriamente fazer transbordo nestas estações se desejarem prosseguir viagem.
*Poderia se reunificar as linhas 7 e 10 entre Mauá e Francisco Morato, como eram antigamente.
Eis os fatores que justificam a implantação trens de dois andares em algum desses trens expressos;
- Para a altura da carruagem (h~=4,3m) o cabo de alimentação (catenária) de 3 kVcc x pantógrafo atende, podendo trafegar em linhas convencionais.
- Poderá existir a necessidade de investimento na repotêncialização de algumas subestações, e a capacidade mínima requerida da via permanente é de 30 t/eixo (cargueiro), sendo recomendável a utilização de trilho TR-68, e dormentes de concreto.
- Adequação e reforma dos trechos entre as estações Júlio Prestes e Água Branca com a construção da do Bom Retiro.
- Fornecidos na largura de 3,15 m (padrão) e bitola 1,6 m, não existem necessidades de adaptações nas estações, mesmo sendo os pendulares, pois sua inclinação se dá somente no momento que trafega, (exceto se a estação for curvilínea), o que não recomendável nem para os convencionais.
- Potência= ~ 3000 kW.
- Atendimento de poucas estações (caso da linha 8).
- Demanda pequena (no caso das linhas 7 e 8).
- Existência de linha disponível ociosa entre Mauá e Brás (caso linha 10)
- Trens de dois andares poderiam transportar 60 % mais passageiros, além da quantidade de composições poderem ser ajustadas em conformidade com a demanda (horários de pico).
- O nº máximo recomendável de passageiros por m² é de 6 pessoas, (e não 8 conforme indica o Metrô e a CPTM).
- No mínimo 4 portas por lado semelhantes aos trens suburbanos, sendo que as duas centrais serem bloqueadas para longos percursos.
- Acesso a cadeirantes e necessidades especiais só no 1º piso, (Incluindo as do tipo piso rebaixado).

Concordo plenamente.

Campanha politica muito da sem vergonha!

Para um partido que sucateou as ferrovias de passageiros, para priorizar iniciativa privada, que nada mais é que. Usar o dinheiro do contribuinte e repassar a obra feita a iniciativa privada sem nenhum pudor!

E pagamos caro por isto.

RESULTADO QUE É BOM ! NADA!

DA ATÉ DÓ DAS ESTAÇÕES JOGADAS NAS CIDADES, LOUVEIRA, VINHEDO, VALINHOS…

É uma obra importantissima e requerida a muito tempo pela populaçao da região de campinas, todos sabem da necessidade e que precisamos desta obra para ontem, porisso precisamos que seja agilizado,para que possamos crescer, avançar, e não ficar patinando no lugar se falando a mesma coisa e não sai do papel, vamos acompanhar e ver se sai mesmo no primeiro semestre a licitação e as obras começem no inicio de 2015, porisso autoridades, mostram para nós que possamos confiar em vocêis e agilizem esta obra para o povo da região de campinas.

Bom dia a todos!!!!!!!!!!!!
Povo de Campinas e Região tudo isto é balela.
Este governo a 20 anos no poder nunca fez nada na região para o povo.
Agora vem com história que vai fazer o trem de Americana a São Paulo, este Geraldo só faz rodovias e alargam as mesmas porque todas elas são pedagiadas.
ISTO É CAMPANHA POLÍTICA.

Deixe seu comentário

Inline