Carta aberta à população

Postado em: 29-07-2011 por:cptmcampinas | Visitas: 2.354 | Comentários:2

2

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas tem por objetivo maior discutir e elaborar propostas em Audiências Públicas junto à toda população e autoridades, sobre planejamentos, analise de modelos, reflexões, no intuito de pensar o futuro da ferrovia no Brasil e, em especial, no Estado de São Paulo.

Para tanto, o Sindicato, no exercício de seu papel de órgão de classe, e dentro das suas atribuições legais de atuar na defesa dos direitos e interesses da categoria, e também dos cidadãos, estará reunindo autoridades federais, estaduais, municipais, empresas, entidades e a sociedade civil, em torno de propostas que recupere e possibilite a expansão do sistema ferroviário, considerando a extrema e fundamental importância desse transporte, tanto do ponto de vista social, quanto do ponto de vista econômico e ecológico.

No Estado de São Paulo, independente da iniciativa privada, como as grandes companhias ferrovias: Paulista, Mogiana, São Paulo Minas, Araraquarense e Sorocabana, a ferrovia sempre foi vista como benefício público, transportando trabalhadores, estudantes, turistas, pessoas em busca de atendimento médico em grandes centros, etc., nunca poderíamos abdicar desse modal, num país de grandes distâncias e território continental.

PARA ISSO PROPÕE ESTUDOS JUNTO A SECRETARIA DE TRANSPORTES METROPOLITANOS A EXTENSÃO DAS LINHAS/ATIVIDADES DA CPTM – COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS ATÉ A CIDADE DE CAMPINAS, LIGANDO A REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO, O AGLOMERADO URBANO DE JUNDIAÍ E A REGIÃO METROPOLITANA DE CAMPINAS, OPERANDO TRANSPORTE PÚBLICO FERROVIÁRIO NAS CIDADES DE LOUVEIRA, VINHEDO, VALINHOS E CAMPINAS.

Das discussões e propostas do Sindicato:

I) Discussão da inquestionável importância da ferrovia para o desenvolvimento sócio-econômico do País. A ferrovia é atualmente uma alternativa concreta e viável a um sistema rodoviário saturado que coloca em constante risco a vida dos cidadãos, e a um transporte aéreo que provoca atrasos e caos nos aeroportos, além de ser um meio de transporte econômico, seguro, confortável e ecologicamente correto, a ferrovia é o transporte que mais possibilita uma relação sustentável com o meio ambiente.

II) O Governo, tanto na esfera Federal quanto na Estadual e a sociedade civil, têm papel relevante e fundamental na recuperação e construção de um sistema ferroviário forte e competitivo.

III) Atuação junto às frentes parlamentares ferroviárias, tanto no âmbito Federal, quanto Estadual, conjuntamente com as demais entidades ferroviárias criando uma frente ferroviária ampla para lutar e defender a recuperação e a expansão do transporte ferroviário (FRENLOG/ALESP);

IV) Trabalhar fortemente para a reabertura de ramais ferroviários que sejam do interesse de regiões do estado para que estas incrementem o seu desenvolvimento sócio-econômico.

V) Exercer forte fiscalização nas empresas concessionárias que operam o sistema ferroviário, denunciando todas as irregularidades que cometem, fornecendo os subsídios necessários para a atuação do Ministério Público Federal na cobrança do cumprimento dos contratos de concessão, objetivando até mesmo o rompimento da concessão.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas realizará Audiências Públicas não apenas por ter a certeza e acreditar na importância da ferrovia para a mobilidade urbana, acessibilidade às cidades e circulação de nossas riquezas, mas também, e principalmente, por ter a convicção de que o transporte ferroviário é a alternativa que melhor se apresenta e melhor resposta dá aos aspectos que, em conjunto, garantem um desenvolvimento sustentável, nos aspectos econômico, social e ambiental.

A incansável luta desse Sindicato, mais de 70 anos de história, o Primeiro Sindicato Ferroviário do Brasil, tem como claro, que a bandeira e a causa do transporte ferroviário são de suma importância para nosso Estado e para a nação brasileira, e ao se ter um transporte ferroviário forte e atuante, ao mesmo tempo teremos uma classe de ferroviários fortalecida, pronta para preservar, discutir e reivindicar seus direitos, que ao longo da história foram com muito sangue, suor e sacrifício conquistados.

 

Comentários (2)

Ótima iniciativa, pois no meu caso será de insumo beneficio já que estudo na PUC de Campinas e tenho que sair de Barueri até lá de carro, além de gastar um absurdo tenho que enfrentar um trânsito intenso. Através do transporte público temos uma maior facilidade de locomoção e com um preço adequado aos cidadãos que precisam desse meio de transporte, para estudar e até mesmo para trabalhar.

Parabéns a diretoria do sindicato por essa iniciativa

Deixe seu comentário

Inline