Campanha CPTM CAMPINAS agora no Facebook!

Postado em: 11-12-2012 por:cptmcampinas | Visitas: 3.599 | Comentários:3

3

A Campanha CPTM CAMPINAS agora também está no Facebook! É isso aí! Agora você pode encontrar todo o conteúdo que dispomos aqui no nosso blog, também no Facebook.

Ajude-nos a divulgar e tornar nossa Campanha um sucesso ainda maior.
Clique aqui e acesse a nossa Página no Facebook.

Comentários (3)

Planejar trens de alta velocidade TAV antes de trens regionais de passageiros é colocar a carroça na frente dos bois, e se governar é definir prioridades, entendo ser as prioridades no Brasil pela ordem;
1º Trens suburbanos, metrôs domésticos e VLT veículos leves sobre trilhos;
2º Ferroanel com rodoanel integrados com ligação Parelheiros Itanhaém, para cargas e passageiros;
3º Trens de passageiros regionais;
4º TAV.
E com relação ao cenário mundial seria;
1º Integração Nacional;
2º Integração Sul Americana;
Trens de passageiros regionais são complementares e não concorrentes ao futuro TAV, pois servem as cidades não contempladas, inclusive Campinas com mais de 1,2 milhões de habitantes e potencial maior do que alguns estados, e muitas capitais do Brasil, portanto comporta as duas opções.
Pelo proposto as mesmas composições atenderiam de imediato aos trens regionais planejados nas maiores cidades brasileiras ~150 km/h utilizando alimentação elétrica existente em 3,0 kVcc, a curto prazo, já dando a diretriz do Plano Diretor quando fossem utilizadas no TAV, aí utilizando a tensão e corrente elétrica de 25 kVca, com velocidade max. de 250 km/h, uma vez que já foi determinado pela “Halcrow” velocidade média de 209km/h para o percurso Campinas Rio previsto para após o ano de 2020, se não atrasar como a maioria das obras do PAC, ou seja longo prazo, este modelo é inédito no Brasil, porém comum na Europa.
Para esclarecer; Não se deve confundir os trens regionais de até 150 km/h com os que existiam antigamente no Brasil, que chegavam a no máximo aos 90 km/h por varias razões operacionais, e o fato de trens regionais e TAV serem de operações distintas não justifica que não tenham que se integrar, sendo que para a estação em SP o local sairá em locais paralelo a CPTM entre Luz e Barra Funda, podendo serem criadas a estação Bom Retiro ou a Nova Luz, no lado oposto em que se encontra a Júlio Prestes.
No mínimo três das montadoras instaladas no Brasil além da Embraer tem tecnologia para fornecimento nesta configuração, inclusive os pendulares Acela e Pendolino que possuem uma tecnologia de compensação de suspenção que permite trafegar em curvas mais fechadas com altíssima porcentagem de nacionalização.
Fala-se de integração ferroviária Sul Americana, e as principais economias após o Brasil são a Argentina, e Chile, e ambos, possuem a bitola de 1,676 m, (Indiana),sendo que só a Argentina possui mais de 23 mil km, o que corresponde, a ~ 4 vezes mais km que a correspondente brasileira, e km praticamente igual a métrica, e em consulta a técnicos argentinos e chilenos, os mesmos informaram serem infundadas as informações de que circulam no Brasil de que está sendo substituída por 1,43 m, e se um dia esta integração ocorrer, ela será feita com a bitola métrica, que já são existentes em outros países, como Bolívia, Colômbia e Uruguai, além dos mencionados, tratando-se portanto de premissas equivocadas plantadas sem fundamento.

Mas, quanto ao TAV (Trem de alta velocidade), hum, este não sei não, teve um ex ministro de nome Bernardo, que no início do ano de 2011, deu a seguinte declaração à mídia; ”Trens regionais de passageiros poderão trafegar nas futuras linhas exclusivas do TAV”, assim como acontece na Europa. Ufa, até que enfim o bom senso prevaleceu!
Esta era uma noticia que sempre esperava ouvir, e desde a década de 70 se fala dele e agora a previsão é para após 2020, e poucas coisas estão definidas, como estações, trajeto etc, e o modelo projetado é independente, e bitola divergente dos trens regionais existentes 1,6m e que trafega tanto como trem regional, ou como TAV, que seria uma insensatez, portanto pode se afirmar que embora a intenção seja louvável, existe uma contradição do que se falou, e o que esta sendo planejado, além disto aqui, e as obras deste porte tem até data para começar, mas a sua conclusão e custo é imprevisível!

VAMOS DETONAR A CAIXA POSTAL DESTES POLÍTICOS DE SÃO PAULO.
ESSE POVO SÓ TRABALHA SOB PRESSÃO – CAMPINAS E REGIÃO MERECEM ESTE MEIO DE TRANSPORTE DA CPTM

Olá a todos, apesar de eu nem ter Facebook(e nem quero ter, já tive Orkut e me arrependi) a campanha na rede social e muito importante e tbn dou todo apoio. Isso serve para divulgar mais as outras Pessoas que nao tem conhecimento da Luta e esteja interessada(apesar que infelizmente a maioria do Povao nem se interessa pela luta. Só se interesse pelo jogo de Futebol, Carnaval, Big Brother e a A Fazenda). Isso é muito importante a mair divulgaçao.

E quero dar ao recado ao Sindicato, que pra daqui até Jeneiro ou Fevereiro, vai sair o resultado da proposta em que o Gov do Estado, pretende AINDA estudar a Nova ideia de se fazer um Trem ligando Santos a Americana. Lembrando que isso é mais um “Bla bla bla” do Governo do Estado, e na verdade, já teve varios estudos nesses ultimos 15 anos e nunhum se querer saiu do Papel, e mais uma vez pessoal o Governo do Estado recomeçando de novo os Estudos.
E outra coisa, todos nos que lutamos para que os Trens da Linha 7 venha ate Campinas, temos que continuar na Luta e “Luta Brava” mesmo, para que o Governo continue com esse Estudo. Porque depois vao deixar de lado a nossa Ideia, só por causa do Trem Expreresso que querem fazer(nem tem projeto) entre Americana e Santos. O Governo sempe gostou de fazer confusao entre Trem-Metropolitano e Trem-Regional, e fazem a cabeça das Pessoas que nao tem conhecimento, para que a Nossa Luta seja “morta”.
Pelo que eu percebi pessoal, e falo com muita tristeza, e que o Governo do Estado, Secretaria dos Transportes Metropolitanos e CPTM, na real nao tem interesse de simplismente de estender a Linha 7 até Campinas. E preferem que Campinas tenha o TAV e Trem-Regional( e lembrando que esses Trens terao passagens caras e só os Ricos que poderao usar) e acham que para estender o Trem-Metropolitano de Jundiai até Campinas é inviável e que nao tem demanda(eles do Governo que acham,e porque nao moram em Campinas).

Entao pessoal, vamos lutar até o fim, para que o Governo do Estado, tenha mesmo na Real o interesse de estender a Linha 7 até Campinas, e nao ficar só pensando em Trem-Bala e Trem-Regional (esses Trens serao mais caros para implantar e vai demorar uns 10 anos pra ficar pronto. Inicio das obras? Nem previsao…praque? Se ainda nem licitado foi…).

Outra Obs: Se caso chega ano que vem, e o Governo poe nos Estudos como “nao viavel” a estençao dos Trens da CPTM até Campinas(pode até ser possível, por nao duvido desse Governo). Entao, a outra esperança pra nós que lutamos. Será mesmo com as Eleiçoes em 2014, e temos que torcer que o PSDB perca a Eleiçao na disputa para o Governo de Sao Paulo(por mim, já passou da hora) e se caso o PT ganhe(eu pessoalmente , nao queria, mais se vinher vai ser menos mal e vai ficar para historia do Gov de Sao Paulo, porque chega de PSDB que já está nos “sugando” há quase 20 anos!!) dai a nossa Esperança para que a CPTM venha até Campinas, pode aumentar. Porque acredito que o Cujo Nome forte para Assumir a Secretária dos Transportes Metropoitanos do Estado de Sao Paulo, seja mesmo(se Deus quiser) o Deputado Gersson Bittencout do PT, se caso o PT ganhar em 2014 para o Governo do Estado, acredito que o Nosso Amigo Deputado que já luta pela Extençao da CPTM ate Campinas, pode mesmo se Deus quiser , assumir a Secretária dos Transportes Metropolitanos. a partir desse momento que vai aumentar a nossa Esperança que poderemos ver a CPTM circulando até Campinas. E nisso, que ainda tenho eperança! Com esse Seretário atual Jurandir Fernandes, as vezes tenho até alguma esperança, mais por ele ser da Turma do PSDB do Estado de Sao Paulo que ainda nem gostam de Campinas, nem espero muito.

Mais uma vez pessoal, abraços a todos voçes!
Ass: Paulo de Campinas.

Deixe seu comentário

Inline