10 Anos da Campanha CPTM Campinas

Postado em: 12-08-2021 por:cptmcampinas | Visitas: 173 | Comentários:0

0

Neste dia 12 de agosto de 2021, decorre o 10º ano da CAMPANHA CPTM CAMPINAS, pelo SINDPAULISTA visando a extensão das linhas férreas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), de Jundiaí até Campinas, atendendo os municípios de Louveira, Vinhedo e Valinhos, que somados a população de Jundiaí e Campinas, supera os 2 milhões de habitantes.

Hoje os trens metropolitanos da CPTM, através da linha 7 (RUBI) já interligam a cidade de Jundiaí à São Paulo, a um preço de R$ 4,40 – a extensão destas linhas até Campinas, em muito facilitaria a vida da população, com um ganho considerável em sua mobilidade pelas cidades da região, visto que a soma populacional, atinge mais de 2 milhões de habitantes.

O lançamento da Campanha ocorreu em 2011, com a realização da primeira audiência pública, realizada no salão vermelho, da Prefeitura Municipal de Campinas, com a presença de várias autoridades públicas, políticos de nossa região, e população campineira.

Além da audiência inaugural realizada em Campinas, neste site encontra-se os vídeos das audiências públicas realizadas em Louveira, Vinhedo, Valinhos, Jundiaí, São Paulo (ALESP – Assembleia Legislativa) e Americana, bem como, eventos e reuniões realizados junto à Diretoria da CPTM, Reuniões com os Prefeitos dos Municípios interessados, abaixo assinados, e outras reivindicações em prol dos trens de passageiros da CPTM até Campinas.

Os Governadores do Estado de São Paulo, (Geraldo Alckmin e João Dória) não atenderam os anseios da população, sempre alegando problemas e falta de verbas, relegando o transporte de passageiros, que é de suma importância para nosso Estado, em especial para a população mais pobre.

Relembramos que a cada novo período eleitoral (de 4 em 4 anos) o transporte ferroviário de passageiros ganha relevância e torna-se promessa de campanha dos candidatos ao Governo do Estado, e por certo, em 2022 não será diferente.

Considerando-se que as rodovias que ligam nossa região à Capital, encontram-se totalmente saturadas e com constantes congestionamentos diários, e que, o perfil deste trecho ferroviário com apenas 40 quilômetros entre Jundiaí e Campinas, onde já existem linhas duplas, oficinas de manutenção, e estações que poderiam ser aproveitadas, barateando sobremaneira o custo das obras, beneficiando a população destes municípios.

É vergonhoso, porém verdadeiro: O ESTADO DE SÃO PAULO, A LOCOMOTIVA DO BRASIL, não ter trens de passageiros nestas regiões, caracterizando uma total falta de consideração e respeito de nossos governantes com o povo PAULISTA.

Ariovaldo Bonini Baptista
Diretor Vice-Presidente

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas
Campinas – São Paulo – Brasil

Deixe seu comentário

Inline